29 janeiro 2013

Foi assim que aconteceu

Quando aqui cheguei a isto dos blogs, há mais de trinta anos, não seríamos mais que uns vinte, elas entretinham-se a debater os episódios do Sexo e a Cidade, se a Samantha tinha uma moral sexual masculina mais vincada que a Carrie, suspiravam por um Mister Big e partilhavam os sítios onde se vendiam cupcakes, esse era o tempo em que tudo o que eu desejava era um andar no Bairro Alto e uma quinta em Azeitão, era o tempo e que eu ainda bebia Jameson e gostava, por aqui se vê o quanto éramos ingénuos nisto dos blogs, as caixas de comentários eram salas de "chat" e ainda não se tinha inventado a moderação de comentários, quem tinha trezentos visitantes por dia registados no Sitemeter era praticamente Deus, tinha o poder dos líderes de opinião, havia quem colocasse as caras dos filhos e a escola onde andavam, havia quem trocasse números de telefone em caixas de comentários e havia guerras a sério, quem escrevia nisto dos blogs fazia links para quem escrevia noutros blogs e estraçalhava a sério e aquilo dava picos de visitas e no fim todos eram felizes.

Agora temos as dos blogs de moda a imaginar que ditam tendências, já todos sabem o que há a fazer para ter duas mil visitas por dia, eu já não quero um andar no Bairro Alto e uma quinta em Azeitão e há blogs que eram escritos por pessoas mas que agora são percepcionados como produtos e ficamos confusos na hora de lhes cair em cima, sem conseguir decidir se somos corrosivos como somos com os produtos de que não gostamos ou se somos meiguinhos porque afinal os blogs são escritos por pessoas e nós não queremos incomodar.

16 comentários:

  1. Só quer uma quinta em Azeitão quem nunca lá viveu

    ResponderEliminar
  2. foi por causa de um post destes que me perdi pelo Pipoco :)

    ("há mais de trinta anos?!? ó diabo...:)

    ResponderEliminar
  3. Nostalgia do Antigamente ou o reconhecimento que não há "bela sem senão " ?

    ResponderEliminar
  4. Volte lá aquela parte das 2000 visitas, por favor.

    ResponderEliminar
  5. Sofia29.1.13

    Gosto de ti, Tolan!

    Não tem nada a ver com o que escreveste, mas já há tempos que me pergunto se nunca leste Gogol, caso tenhas já falado aqui, peço desculpa.

    Mas parece-me ser o teu tipo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo29.1.13

      Eu também te adoro, Tolan!

      Eliminar
    2. Anónimo29.1.13

      Eu também tenho esta mania. Sempre que quero dizer ao Tolan que o amo, venho ao blog do pipoco!

      Eliminar
  6. Sr, Pipoco, foi sempre longe da praça (publica) e da fama que viveram os inventores de novos valores. O seu destino não há-de ser certamente enxota-moscas.

    ResponderEliminar
  7. Precoce, o senhor. 30 anos? É melhor não incomodar e não se incomodar e continuar como tem estado, que está muito bem, vá lá, umas melhores que as outras como em tudo :)

    ResponderEliminar
  8. Anónimo29.1.13

    Outra vez arroz?

    ResponderEliminar
  9. Cheguei aqui para comentar, entretanto perdi-me ao ler aquela coisa do Tolan, e agora não sei a quem dizer, que o andar no Bairro Alto e a Quinta em Azeitão está completamente démodé. Dá para perceber que anda nisto dos blogs há 30 anos anos.

    Agora é um duplex nas Avenidas Novas e uma casinha daquelas de madeira, giras, muito perto da Comporta. Isso é que era.

    ResponderEliminar
  10. Também tem saudades desse tempo, é?

    ResponderEliminar
  11. E entretanto apareceram os non-fashion bloggers que são olimpicamente ignorados por vossa excelência... O que se passa, tio Pipoco? Será que tem algum pudor de se confrontar com essa realidade e temer que seja edificante?

    (um) beijo de mulata

    ResponderEliminar
  12. So true... E eu nem cheguei a conhecer a "outra era"!

    ResponderEliminar
  13. Anónimo8.2.13

    Pipoco antes deste blog nao tinha um semelhante mas em vez de um sobrinho um tio? É que há uns anos lia um blog mt semelhante a este, só n me lembro é se o autor queria uma quinta em azeitão :)

    ResponderEliminar