17 maio 2012

Se queres impressionar mulheres...

...aprende a falar sobre o que leste em livros, a cozinhar com requinte e a falar Italiano.

(Coisas básicas, elas contentam-se com pouco)

15 comentários:

  1. E dançar. Não só pela dança em si. Já o confúcio dizia "nunca dês uma espada a um a homem que não sabe dançar", e homem que não sabe manejar bem a sua "espada" não interessa a ninguém. (não devia ser aprende a ler livros ou outra coisa? É que hoje em dia já há tão poucos analfabetos)

    ResponderEliminar
  2. São João, sou um sofrível dançarino e o meu saber empírico no que respeita a impressionar mulheres diz-me que não é condição essencial.

    (concedo, vou alterar a coisa no que diz respeito a saber ler)

    ResponderEliminar
  3. E saber escolher o vinho. Ou fazer de conta. A maior parte das vezes também serve...

    ResponderEliminar
  4. It takes a whole lot more than that.
    Já agora, oh Pipoco, a dar-se com mulheres que se contentam com pouco?? Nem parece seu...

    ResponderEliminar
  5. Por acaso acho que falta aí aquela coisa essencial de fazê-las rir.

    (e eu ficaria mais impressionada se você me falasse em mandarim, mas eu tenho destas esquisitices)

    ResponderEliminar
  6. Isso é tudo inebriante, principalmente a parte de falar italiano, pois no meu caso, basta dizerem-me Pizza pomodoro Marco Bellini para cair de quatro, mas se um homem não arruma a cozinha a seguir ao jantar requintado, não há tiradas de livros que lhe valham ;)

    ResponderEliminar
  7. Também pode ser falar espanhol, comigo pelo menos resulta...

    ResponderEliminar
  8. O meu homem não fala italiano (fala português, inglês, francês e espanhol), não cozinha com requinte, mas todos os dias me impressiona.

    Acima de tudo, todos os dias me faz rir, e mesmo quando me irrita, me diverte!

    ResponderEliminar
  9. Anónimo17.5.12

    Então e o fazer rir? não há nada melhor que um homem que nos (me) ponha de sorriso nos lábios....

    (Rita Camões)

    ResponderEliminar
  10. Anónimo17.5.12

    Para mim basta que seja inteligente e que me leve ao céu, que eu contento-me com pouco.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo18.5.12

    Acho que afinal já não gosto de ti! Sou mulher, sei cozinhar, com e sem requinte; sei falar italiano, vivi vários anos em Lucca, na Toscana; sou uma leitora ávida da boa literatura e até sei escolher bons vinhos - aprendi com um enólogo e com um crítico gastronómico.
    Não são essas coisas que me impressionam num homem.
    Carolina

    ResponderEliminar
  12. Dançar não é condição essencial, mas ajuda.
    No caso de não existir jeito para essas "andanças", acho que as outras três condições podem resultar: falar sobre personagens e histórias de livros encanta sempre as mulheres; cozinhar com requinte mais ainda e falar italiano é simplesmente a cereja no topo do bolo.

    Mas sinceramente, para mim, o essencial num homem é fazer-me rir, independentemente das suas habilidades e da quantidade de línguas que fala.

    ResponderEliminar
  13. caramba, então foi assim que o meu namorado me apanhou... safado!! xD

    ResponderEliminar
  14. Definitivamente Pipoco, escolha melhor as mulheres com quem se dá. Aborrece-me vê-lo escrever recorrentemente sobre mulheres ignorantes e pouco exigentes. Das duas, uma: ou o Pipoco é igualmente ignorante e pouco exigente e contenta-se com mulheres assim, de tal forma que são as únicas que conhece, ou, por ser ignorante e pouco exigente, as mulheres que não o são recusam dar-se consigo. Não me parece que o Pipoco se considere ignorante, mas quando se insiste em banalidades generalizadas é legítimo que o julgue da forma fácil como julga os outros. E isso não faz de mim uma mulher exigente...

    ResponderEliminar