14 abril 2012

Gil Vicente desde pequenino

Um homem cresce a acreditar na máxima que nos informa que as boas meninas vão para o céu e as más vão para todo o lado, um homem habitua-se a que assim será, sem questionar, já no tempo dos seus antepassados assim era, porque havemos de mudar as coisas que são como são?, depois um homem depara-se com a situação de encontrar uma má menina que, não só vai para todo o lado, e aqui não há que espantar, é da natureza das más meninas, como tem tudo o que é necessário para ir para o céu. Ora isto é uma maçada, um homem fica a matutar nisto tudo e fica a pensar que se calhar as meninas boas não vão a sítio nenhum.

10 comentários:

  1. As well as "good biys never get the girls".

    ResponderEliminar
  2. Pólo, às vezes pergunto-me como é possível que discordemos tanto sobre tanta coisa. Então os bons rapazes nunca se safam com as meninas? Pólo, temos que falar...

    ResponderEliminar
  3. Mais vale ser menina boa e só de vez em quando ir a algum sítio, que ser menina má e estar sempre na berra. Depois acontece como com tudo na vida: um tédio e consequente desinteresse.

    Até logo, vou por-me a caminho de Coimbra ;)

    ResponderEliminar
  4. Ainda por estas andanças? Good boy! Not going anywhere!

    ResponderEliminar
  5. Canção do bandido no seu melhor :)

    ResponderEliminar
  6. Vão, vão. E geralmente acabam melhor que as más. A não ser que acabem em freiras...

    ResponderEliminar
  7. Acho que as meninas más acabam por, eventualmente, se tornar meninas boas. Ou, pelo menos, "acabam" a querer... É a minha visão de boa menina.

    ResponderEliminar
  8. As meninas boas são, a bem da verdade, meninas más mas inteligentes..

    ResponderEliminar