01 fevereiro 2011

(intervalo)



Isto do Espírito do Natal é das coisas que mais gosto me está a dar escrever, com o tempo vamos formando uma imagem de quem escreve nos blogs ali ao lado, não interessa se a imagem corresponde à realidade, isso não é importante, muitas vezes a própria imagem real não corresponde à realidade, isto era discussão para nos levar algum tempo e este blog é um circo, show must go on, a verdade é que, como quase sempre, interessa-me apenas a minha perspectiva, dá-me igual que as pessoas não sejam como as idealizo, tanto faz, não tenciono conhecê-las e validar, depois essas imagens que vou construindo aderem a personagens ou a ideias de livros que li e eu achei que era bonito dizer às pessoas que escrevem coisas que gosto de ler como as imagino, a coisa podia ficar assim, "está bem então, Pipoco, obrigado e mande sempre", acontece que as pesoas que escrevem nos blogs ali do lado afinal tiveram curiosidade e estão a (re)ler os "seus" livros, as minhas sugestões, há quem não encontre os "seus" livros e arranja-se uma solução, um livro abandonado num certo jardim ou deixado num certo supermercado, a pessoa certa há-de levá-lo, há quem jogue este jogo e me sugira também a mim o "meu" livro, eu leio e depois comentamos se sim senhores ou nem por isso.


Está a ser muito bonito. Obrigado.



(a linha editorial será retomada imediatamente)

7 comentários:

  1. Está tudo muito bem, mas esqueceu-se de juntar o meu à fotografia. Onde pára o Kundera?

    ResponderEliminar
  2. Oferecido, Maria Fonseca. Ofereci o meu Kundera.

    ResponderEliminar
  3. Se assim é, está perdoado. Não se pode punir um homem que partilha.

    ResponderEliminar
  4. Anónima benfiquista1.2.11

    Damn it!
    Será que tenho de criar um blogue?
    Boas escolhas (no geral), já de agora.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo2.2.11

    O pipoco desculpe, mas precisa de aprender a tirar fotografias à altura do seu blog.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo2.2.11

    Esse do Lobo que está aí..foi dos últimos que consegui ler..

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Ahhh o meu Voltaire!

    ResponderEliminar