31 dezembro 2010

E ontem...

...lá estava eu a caminho do Haagen-Dazs com os meus filhos, acontece que me apeteceu mostrar-lhes a Bertrand, que ficava em caminho, vai daí eles negociaram comigo eu oferecer-lhes livros no valor do crepe de que prescindiriam, maneiras que eu achei que se calhar não estou a falhar muito na educação.



(mas que me doeu a alma de vê-los ali fora, ao frio , eu cá dentro a comer o meu crepe e eles com as caras espalmadas contra o vidro da montra, a saborear um crepe imaginário, isso doeu...)

11 comentários:

  1. No seu lugar, caro Pipoco, eu teria cuidado. O meu irmão foi tão bem educado que hoje come papel. E tudo começou com um gelado trocado por um Astérix.

    ResponderEliminar
  2. Tadinhos! Mas acho bem, muito bem até!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo31.12.10

    Pipoco, há-que adaptar a educação dos meninos à realidade dos nossos dias... era de ficar com os livros E os crepes :)

    Votos de Bom Ano

    AM

    ResponderEliminar
  4. Oiiii!
    Adorei o seu blog!!!!
    Parabéns!!
    Se quiser conhecer o meu é : www.espiculaderodinha.blogspot.com
    Bjinhos!!!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo31.12.10

    vá lá não terem sido expulsos por estarem espalmados contra o vidro a assustarem os clientes, tal qual os filmes a preto e branco género Charlie Chaplin. Bom Ano.
    Armide

    ResponderEliminar
  6. Isso soa-me a música...

    ResponderEliminar
  7. E porquê que ficaram lá fora ao frio? Não podiam ficar sentadinhos, no quentinho, a lerem os seus livrinhos?
    Ora Pipoco, os seus filhos são educados mas você não!

    ( No entanto ouço em fundo o som de violinos...)

    ResponderEliminar
  8. Grata pela gargalhada.

    ResponderEliminar
  9. Obrigado pela primeira grande gargalhada do dia. ;)

    ResponderEliminar
  10. Eu queria trocar cortes de cabelo por cds, mas a minha mãe achava estúpido e não aceitava. "Por amor de deus, para que é que queres cds?!ouves na rádio!"

    ResponderEliminar
  11. «E porque é que ficaram lá fora ao frio? Não podiam ficar sentadinhos, no quentinho, a lerem os seus livrinhos?
    Ora Pipoco, os seus filhos são educados mas você não!

    ( No entanto ouço em fundo o som de violinos...)» - "Eu"

    Subscrevo, na íntegra!
    Parece-me pouco provável que uma criança preferisse um livro a um crepe; mas, mesmo que estivesse formatada para tal, é absolutamente surreal a forma como terá sido conduzida a 'negociação'...
    Por outro lado, para quem não tem dinheiro para livros e crepes, há bibliotecas públicas...

    ResponderEliminar