04 outubro 2010

Do concerto de ontem

Temos então os Interpol, honestos, qualquer coisa a meio caminho entre os The Cure early years e Joy Division, mas em melhor vestidos, dispensava-se o facto de Paul Banks ter aquela cara que teria o vocalista dos A-Ha caso tivesse envelhecido, também dispensaria aquele gesto da mão direita levantada e os dedinhos a marcar o compasso do tipo do baixo, o qualquer coisa Kessler, o que tinha o símbolo do euro estampado na guitarra, uma alusão clara aos malefícios do grande capital, isto segundo o meu entendimento, lá está, agora o que me atormentou durante a actuação dos Interpol foi esta angústia de não saber se os Interpol serão a next big thing do pós-punk ou se vão acabar os dias com aquela musiquinha deles certinha, redondinha, a ser usada num anúncio de operadora de telemóveis.

8 comentários:

  1. Caro Pipoco, também não gosto nada do ver o símbolo do euro nas guitarras mas a verdade é que já existia como símbolo da Epiphone antes do dito ser implementado como moeda única.

    ResponderEliminar
  2. Hum...pois eu acho que o facto de terem feito a primeira parte dos U2 não agoira nada de bom.

    ResponderEliminar
  3. Eu confesso que gostei da tatuagem do menino: Superhomem, yeeeeee

    Mas agora a sério, e a outra banda?
    Que tal? :P

    ResponderEliminar
  4. Caro Pipoco, sugiro googlar "Epiphone logo".

    ResponderEliminar
  5. Não percebo sinceramente o porquê de fazerem as primeiras partes dos concertos dos U2; e esperemos que não se lembrem de repetir o mesmo erro de colocar uma das suas músicas em bandas sonoras de séries juvenis.

    De resto, acho-os geniais.

    ResponderEliminar
  6. Eh pah, Pipoco... Agora confesso que me desiludiste. Nunca pensei que gostasses de U2. Bem, ninguém é perfeito.

    ResponderEliminar
  7. Se me fizessem um Non-Pepsi Challenge sobre músicas para anúncios a operadoras móveis, entre:

    "it's time we give something new a try
    Oh, alone we may fight
    So just let us be three, tonight"

    e

    "One love
    One life
    When it's one need
    In the night",

    não hesitaria nem por um segundo.

    'Next' big thing?

    Está bem, isto é só um blogue.

    ResponderEliminar
  8. Pipoco:
    Você lembra-me mesmo quem eu não devia lembrar!

    ResponderEliminar