10 outubro 2010

Das noites de chuva

Podia ser por causa da melhor vista de Lisboa, assim uma coisa panorâmica a duzentos e setenta graus, podia ser pelo ritual de encomendar as lascas de bacalhau e o empregado nos lembrar que encomendámos, não as lascas de bacalhau, mas as "lascas de bacalhau da Islândia em suave cama de puré de grão da Macedónia, acompanhadas por espuma de salsa da Capadócia e servidas com azeite manchego com fio de liquefacção de frutos silvestres caramelizados e batata nova das terras altas, colhidas em noite de tempestade por uma mulher oitenta e dois anos, virgem", toda esta ladaínha repetida quando efectivamente o prato nos chega à mesa, podia ser pelo serviço atento, podia ser porque quase nunca encontro quem cumprimentar duas mesas ao lado, mas o que realmente aprecio no restaurante do Sheraton é eles servirem vinho aceitável a copo.

11 comentários:

  1. Como é que nunca o vi por lá é coisinha que não entendo. Dentre as várias razões que fazem do Sheraton o melhor sítio para se estar em Lisboa, pelos vistos também nos tem aos dois. Separadamente. O que não é, de todo, despiciendo.
    Cumps

    ResponderEliminar
  2. Eu é mais feijoada.

    ResponderEliminar
  3. no Sheraton? mas quem janta num hotel?

    se é pela vista mais vale ir ao prédio ao lado e pedir a uma das empresas pra entrar e apreciar

    ResponderEliminar
  4. E não há nenhuma ONG a defender essas pobres mulheres que aos 82 anos ainda são obrigadas a colher batatas em noites de tempestade?!
    Acho que encontrei a causa da minha vida...
    E virgens?? Exploradas e virgens??
    Uma desgraça nunca vem só!

    ResponderEliminar
  5. A mim esse tipo de restaurantes onde os empregados cantam o prato que estamos prestes a "degustar" em forma de ladainha decorada (tipo Eleven ou o saudoso Pragma do Fausto Airoldi) dá-me uma vontade secreta de lhes atirar com o copo de Pêra Manca Branco na cara, bem fresquinho, assim do tipo de dois estalos que temos de dar quando alguém tem um ataque de pânico histérico e não se cala. Mas isso sou eu que tendo a ter uma mente que divaga para o nonsense em sítios onde agir com naturalidade não é bem visto...

    ResponderEliminar
  6. Com uma descrição tão pormenorizada a apresentar o prato, quem já tem muita fomeca entra em hipoglicémia antes de começar a comer.

    ResponderEliminar
  7. isto sim é um post snob-chic!

    ResponderEliminar
  8. Ai credo Pipoco, toda a gente sabe que a melhor vista de Lisboa se vê do Silk.
    Muito sbob, nada chic

    ResponderEliminar
  9. A figura etimológica foi propositada, o erro não. Queria eu dizer snob e não sbob, ora pois então.

    ResponderEliminar
  10. Estou a pensar, só hidratos e nada vegetal? Péssimo! Devia constar um salteado três verdes ou um esparregado reduzido em Ricotta. Para comer bacalhau com grão e batatas nada como as tasquinhas de Reguengo de monsaraz com azeite dos lagares de tonel de madeira. Tem de aprender a adequar os pratos aos espaços.

    ResponderEliminar
  11. A good wine by the glass program is not easy to find, even here in Toronto... getting better though...

    ResponderEliminar