16 outubro 2010

Das aditivações

Eu sei o que é ser aditivado em coisas, não vai longe o tempo em que eu era aditivado em pastéis de nata da pastelaria aqui da minha vila, com o primeiro café do dia, era certo, tinha que deglutir um pastel de nata e, pasmai, a acompanhar o oitavo café do dia era certo e sabido que não me podia falhar o segundo pastel de nata, era isso ou eu ficar numa ressaca inominável.

Agora, livre desse vício nauseabundo que quase me fez perder tudo o que de bonito alcancei na vida, quase têm que me segurar quando, no campo alcançavel pela minha visão periférica, deparo com pessoas a ingerir pastéis de nata, eu vocifero, eu tento chamá-las à razão para o espiral destrutiva em que se encontram, eu ofereço o meu ombro amigo para as livrar dessa aditivação que quase me desgraçou.

E por isso irmãos, em verdade vos digo, percebo perfeitamente as que já foram aditivadas em blogs e que agora sorriem, beatíficas, enfim livres desta tremenda aditivação que é escrever e, mais ainda, entendo as que perseguem agora os comentadores anónimos como os caçadores de nazis perseguiam vocês sabem quem, as aditivações são mesmo assim, digo-vos eu que agora fiquei aqui com o sabor do cheiro de um pastel de nata quentinho, quentinho.

7 comentários:

  1. Ahahahah! Bipolaridades? ;)

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Há gente muito parvinha... é o que é. E as pessoas são estupidas que nem portas e nem percebem quando estão a ser gozadas por alguém que admiram. Enfim, cada um tem o que merece.

    ResponderEliminar
  3. Tirando cancros... isso ninguém merece.

    ResponderEliminar
  4. Qualquer dia sou eu que deixo para o lado os pasteis de nata. Há dias que como dois ou três. De Inverno é muito costume, até porque de tardinha e com um cházinho e em frente a lareira lá vai um (ou mais) pasteis de nata.

    ResponderEliminar
  5. Só para dizer que não há nada mais enjoativo que pasteis de nata quentinhos. Bleeeeeerk

    ResponderEliminar
  6. Nada a ver com a essência do texto mas faz pior à saúde (e à dieta) um bolo de arroz do que uma nata. E esta, hein?

    ResponderEliminar