17 setembro 2010

Se...

...eu adiei a reunião por duas horas a pedido dela, segurei a porta para ela entrar, sorri genuinamente, perguntei se desejava café, coloquei o meu telemóvel no silêncio, usei o meu tom de voz que costuma acalmar as pessoas, iniciei a conversa com um quebra-gelo adequado, porque raio é que ela havia de desatar num pranto ao fim de cinco minutos só porque os números dela não coincidiam com os meus?

19 comentários:

  1. Pipoco... diz-se que com Deus se pode ir lá por amor ou por temor, mas olha que penso que provocar temor ou mesmo pavor que parece o caso a mulheres não é um bom caminho. Deves ser fodido deves.

    ResponderEliminar
  2. Capitão, meu caro, eu faço sempre o meu melhor para descontrair as pessoas e sou um docinho para toda a gente. Não é por aí, portanto. A minha leitura é que as pessoas não apreciam a ideia de que possa estar prestes a aborrecer-me, apesar de eu nunca me aborrecer.

    (aquilo foi nervos, pá...)

    ResponderEliminar
  3. os números dela não combinam contigo? Estou confusa! Mas que números?
    Mas tu foste sair com a Maya ou quê?

    ResponderEliminar
  4. Deves ter um ar duro, coitada da senhora...não aguentou a pressão.
    Tens a certeza de que o sorriso era genuíno??? Ela não te topou a ensaiar? Beijos

    ResponderEliminar
  5. Pipoca, tenho uma ar bonzinho, a sério que tenho, não há dia em que não me confundam com aquela rapariga brasileira do júri dos Ídolos, que agora não se me vem à lembrança o nome.

    ResponderEliminar
  6. não faço ideia.

    o que gostava mesmo de saber é quem é a luna.

    ResponderEliminar
  7. Porque é Directora Financeira. Simples.

    ResponderEliminar
  8. Então andam a dizer que saiu comigo?!

    Acho que não porque, teria dado por isso com toda a certeza, além de que eu não me lembro de ter ouvido a nona daquele gajo (como é que ele se chama?) no leitor de CDs do carro ou nalgum gira-discos perto de mim.

    E também porque eu sou mais letras, que não as Letras bancárias.

    (é assim que começam os boatos, né?)

    ResponderEliminar
  9. Filipita, nunca queres trabalhar.
    É a colega (blogger) das Crónicas das horas perdidas. Acho.

    ResponderEliminar
  10. Somos complicadas de perceber, mas se calhar assustas-te a rapariga :p

    ResponderEliminar
  11. Anónimo17.9.10

    Simples: entre levar um decote generoso e chorar, escolheu chorar.

    ResponderEliminar
  12. Mais uma ingrata, é o que é! Despedimento para ela. Já!

    ResponderEliminar
  13. Provocas um efeito giro nas pessoas, tu.

    ResponderEliminar
  14. Cada vez que os números da Marisa Cruz não batem com os meus, também fico assim. Inconsolável...

    ResponderEliminar
  15. Ontem o Sr. Polícia multou-me porque os números do relógio dele não combinavam com os do meu ticket de estacionamento. Não chorei, mas faltou pouco!

    Errata: Onde se lê "Sr." deve ler-se "besta quadrada que mais parece uma bicha naquela motocicleta".

    PS: sem ofensa para os homossexuais, que eu não sou homofóbica.

    ResponderEliminar
  16. Sendo assim provavelmente fazes-lhe tremer os joelhinhos meu caro.

    PS - apresenta-te no cais as 18h, como podes constatar no meu blogue tens trabalho em mãos.

    ResponderEliminar
  17. Para a próxima Pipoco nada de cafés. sugira-lhe Bourbon, é o quebra-gelo adequado e se callar relaxava um pouco a drama queem:))

    ResponderEliminar