07 julho 2010

Da segunda

Chego atrasado à primeira reunião, quem manda marcar reuniões às oito e meia?, "foi o senhor, senhor engenheiro", certo, estava a ser irónico, ela estende-me o memorando com o resumo da reunião, vejo as cotações em passo de corrida, peço um café, logo eu que nunca peço para me trazerem café, despacho a primeira reunião, depois a segunda, "é aquele assunto com os recursos humanos, senhor engenheiro", sei muito bem, alguma coisa para o almoço?, "nada, senhor engenheiro, mas tem reunião de equipa às duas, faltam quinze minutos", sei muito bem, tiro um sumo da máquina, troco de gravata, o sumo adora as minhas gravatas, a tarde passa num instante, assino documentos que me obrigo a ler, ninguém percebe porque é que eu sou o único que lê antes de assinar, talvez fosse melhor não ler, "não se esqueça que é o jantar de despedida do Doutor X", certamemente, eu iria lá esquecer-me do jantar de despedida do Doutor X, salamaleques, restaurante da moda, cozinha de autor, que é o sinónimo de pouca comida, o discurso, certamente, a parte do discurso calha-me sempre a mim, champanhe Mumm, são duas da manhã, Haydn muito alto no carro, finalmente durmo.

Sem comentários:

Publicar um comentário