03 junho 2010

De que serve...

...ter opinião sobre o que se deve fazer quando se tem um straight flush na mão, saber indicar um bom restaurante em Madrid, resumir em dois minutos quase todos os Garcia Marquez, Eça, Paul Auster e Philip Roth , saber os anos em que se fez Barca Velha, saber de cor todos os Tim Burton e Tarantino, saber distinguir Haendel de Tchaikovsky, se não vi o final do "Lost", aliás, nunca vi nenhum episódio do "Lost"?

25 comentários:

  1. Lamento mas não serve de muito... Ver o Lost põe todas essas fracas qualidades a um canto... É por demais preferível jogar à bisca lambida, saber indicar onde se come o melhor choco frito em Setúbal, enumerar rapidamente os melhores livros de Paulo Coelho, beber Monte Velho e ouvir os Tokkio Hotel mas ter passado os últimos 6 anos a ver Lost, a falar sobre Lost e a especular sobre qual será o fantástico brilhantismo ( e não esquizofrenia) que subjaz ao recambolesco argumento da série...Um Bom dia para o Pipoco:)

    ResponderEliminar
  2. Caro amigo, Haendel e Tchaikovsky?! Haverá lá coisa mais distintamente distinta? Beijos, bebé

    ResponderEliminar
  3. deve haver em dvd na fnac.

    ResponderEliminar
  4. Para que é que o Pipoco foi misturar alhos com bugalhos?


    Só um reparo ao Chokkie. O Paulo Coelho não tem "melhores livros".

    ResponderEliminar
  5. Anónimo3.6.10

    "Lost", qu'é isso?

    ResponderEliminar
  6. Não sei que te diga... Eu também ando sem tema de conversa. Nunca vi lost porque me perdi logo nos primeiros episódios. Não fosses tu a pôr-me a Isilda no mapa e nem tinha do que falar no meu blog! :p

    ResponderEliminar
  7. Tio Pipoco, eu cá preocupava-me mais com o facto de nunca ter visto um episódio do Sexo e a Cidade (imaginando que nunca viu, efectivamente). Afinal, é o mesmo número de temporadas, mas complementado com dois filmes (?!) no cinema. E para sacar gajas é melhor, parece-me. Pergunte à sua Isilda o que é que ela preferia ver...
    B3ijos

    ResponderEliminar
  8. Gingerbread Girl

    Concordo totalmente com o reparo, o Paulo Coelho tem livros e pronto:)

    ResponderEliminar
  9. tás tramado pa! o melhor é apagares o post que ainda acabas excluído da sociedade...


    Eu explico-te: isso era aquela série de zumbies que se perderam não sei bem como e dps tb lá foi parar um gajo que é um actor brasileiro. Dizem que nos states ja acabou. Que afinal eles estavam todos no purgatório, salvo erro. Eu cá já encomendei o dvd nos chineses. Acho que vem as legendas em mandarim, mas... é pa, se quiseres eu empresto-te!

    bjo ;)

    ResponderEliminar
  10. Serve sim - para um processo de selecção natural das companhias... Right? ["Lost?"... OMG]

    ;)

    ResponderEliminar
  11. joao3.6.10

    mas o que tu e o alfaiate teem que as miudas todas se derretem..

    por mais disparates que digam vao ter sempre umas miudas de rabo pro ar.

    a serio. que raio de comentadoras que foste arranjar.

    ResponderEliminar
  12. Ai isso é gravíssimo homem. Não tens mesmo cultura. :P

    ResponderEliminar
  13. Anónimo3.6.10

    Não podia estar mais de acordo com o João e sou mulher.

    Por exemplo, era menina para financiar um torneio de 500usd ás suas comentadoras que sem irem ao google sabem o que é um straight flush... e estou a ser amiga... assim como falei num sf podia ter falado no Philip Roth...

    Experimente inventar uma coisa qualquer para ver a reacção e rir um bocadinho...

    MaryAnne

    (pode tratar-me por anónima só não me exija um blog porque não tenho e não equaciono criar um só para que publique este comment)

    ResponderEliminar
  14. João, Mary Anne, acho que é o meu charme natural, sabem?

    (ou então, não)

    ResponderEliminar
  15. Loulou, é verdade, completamente distintos.

    (se me derem a ouvir Blackeyed Peas e outra coisa da moda eu também não sei distinguir)

    ResponderEliminar
  16. Bad, eu vi a primeira temporada do Sexo e Cidade. Gostava da Miranda, sabe lá...

    ResponderEliminar
  17. Ainda bem que eu sei o que é um straight flush e já li todos os Roth, senão até tinha medo da MaryJane.

    Quanto ao final do Lost não vi. Mas gostava. Gosto de saber do que falo.

    ResponderEliminar
  18. Assim sendo, junta-te ao restrito "Clube de Pessoas Suficientemente Insanas para Nunca Terem Visionado o Lost"! :)

    ResponderEliminar
  19. Uma amiga minha deu-me a técnica: dizes que o final daquilo já estava previsto na segunda série, que parece um Orson Welles, debitas umas intelectualidades sobre o tema e passas por ser uma pessoa muito esperta.
    Eu também não vi o Lost, mas tenho o nº de telefone de quem viu :P

    ResponderEliminar
  20. Oh Isabel obrigado por spoilares sem aviso.

    ResponderEliminar
  21. O que fazer quando se tem um straight flush? Fold. Não conseguir sacar dinheiro a ninguém, ou fazer pelo "idiot end" e descobrir que o gajo que também lá meteu o dinheiro todo tem a o outro straight flush, é coisa para deixar qualquer um em "tilt" tempo suficiente para se tornar -EV. E quantas vezes não continuamos numa mão, a pagar muito mais do que o preço certo, porque temos um "open-ended draw" para uma coisa dessas... Já para não falar em fazer uma coisa dessas a jogar lowball. -EV, definitivamente.

    ResponderEliminar
  22. Serve de muito. De que serve um bando de pessoas suadas e porcas a correr na selva?

    ResponderEliminar
  23. Também não vi e pouco me importa isso! Há coisas muito mais importantes.

    ResponderEliminar
  24. Podes sempre ir ao quiz à Quinta no Campo Pequeno.

    ResponderEliminar