07 abril 2010

(sem título mesmo)

Já nos tínhamos cruzado em pista, um homem que tem uma cadeira de rodas adaptada para esquiar nao passa despercebido a ninguém, ainda mais se pára para me perguntar se estou bem e preciso de ajuda quando estou no chao. Estendeu-me a mao e eu agradeci.

Encontrámo-nos ontem no bar, eu pedi um previsível Old Bushmills sem gelo e ele, o Frank, comentou delicadamente a minha escolha. Pedi autorizaçao para me sentar à sua mesa e ficámos ali à conversa, a falar de whiskies e de vinhos, ele a explicar-me, eu a aprender, ele a falar de Saramago e eu a tentar dar alguma luta, que só foi efectiva quando falámos de autores americanos que o Frank, americano, aparentemente nao aprecia.

Âs vezes o melhor do esqui está fora das pistas.

18 comentários:

  1. Hum... isso é curioso. Parece-me que essa conversa deve ter rendido. Só pode ser uma história de vida interessante.

    ResponderEliminar
  2. E porque deu o Pipoco luta em relação a Saramago. Eu gosto.
    Quer você ver que vamos ter problemas? Ai, ai.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns pelo nome do blog, pelo Sebago ali à direita e principalmente pelos conteúdos. Estou francamente deliciada a acompanha-lo e já li tudinho, muito bom.

    E já lhe fiz uma merecida dangerous liaison lá pelo palácio. Não gosto de cantinhos, nada a fazer e miminhos também não. Não fui extremamente sub-reptícia? eu cá acho ;)

    Muito francamente, espero que continue e tenha uma longa vida, é que faltam-nos homens por aqui, pelo menos que tenham graça e me façam soltar umas gargalhadas nesta blogosfera por vezes demasiado feminina.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo7.4.10

    Uau!

    Acho este post absolutamente imprevisível. Adoro-o!(o post. E o blog.)

    ResponderEliminar
  5. Anónimo7.4.10

    Parabéns pelo blog, é muito bom mesmo;)
    Bjs
    Diana

    ResponderEliminar
  6. De uma forma imprevisível e deliciosa, a manteiga do pipoco começa a derreter, e, consequentemente, a derreter os corações das leitoras.

    ResponderEliminar
  7. Isto cheira-me a Arrumadinho.

    ResponderEliminar
  8. Querido Pipoco,

    Tenho vindo a seguir o teu blog em silêncio há uns dias... mas com esta é que me lixaste!
    Sim senhor. Temos homem! E temos Blog!

    ResponderEliminar
  9. E não trocaram o numero de telemovel para umas sms queridas?

    ResponderEliminar
  10. Anónimo8.4.10

    Isso é estranho ... Será que os tradutores suplantam os autores?

    ResponderEliminar
  11. Euzinha8.4.10

    É o Arrumadinho. A Pipoca, há uns posts atrás, disse que "o homem dela" estava a combinar uma saída para a neve sem ela.
    São coincidências a mais :D

    ResponderEliminar
  12. Sim sim, "Euzinha", também ando meio desconfiada... Cá pra mim o pipoco é o homem da pipoca...

    ResponderEliminar
  13. e voces que não viessem com essa treta de que o pipoco é o homem da pipoca. e se eu vos disser que ele é o meu homem?

    ResponderEliminar
  14. Anónimo8.4.10

    Não, o pipoco não é nenhum animal às riscas. Quanto muito, será um irmão do animal às riscas.

    (isto não vai ser publicado, tá-se tão a ver)

    ResponderEliminar
  15. Está cientificamente provado... o melhor do ski, é o aprés ski!!! (ou entao akelas "longas horas passadas a esquiar" sentada na esplanada com choc quente/vin chaud, no meio da neve a apanhar sol)!

    ResponderEliminar
  16. Gostei mto deste post. Mto mesmo.

    ResponderEliminar
  17. Então, mulher, se disseres está dito. Não vem nenhum mal ao mundo por isso, bonança também não me parece. Apenas estamos a apontar coincidências e possibilidades, não estamos a denunciar um caso de infidelidade conjugal, parece-me.

    Que raio...

    ResponderEliminar