12 julho 2016

As coisas são como são

Gosto de Camembert e de ostras da costa da Normandia, de vinho de Bordéus e de Champagne, de Sartre e Verne, Beauvoir e Duras, já fui feliz em Chamonix no inverno e em Biarritz no verão, gosto da Volta à França e das 24 horas de le Mans, conheço todas as cantinas universitárias de Poitiers e os bons restaurantes de Paris já andei de bicicleta na Ile de Ré e já escalei nos Alpes, já dormi ao relento no Champ de Mars e numa cama do Ritz, já me deixei levar pela fantasia no Futuroscope e na Eurodisney, já vi Truffaut e Godard, já me apaixonei pela Isabelle Adjani e pela Juliette Binoche, vibrei com as vitórias de Prost e de Yannick Noah, com os golos de Platini e as defesas de Barthez, já fui Paris e Charlie, já me emocionei com Aznavour e com Monet.

Ninguém me ouvirá apoucar França e os Franceses.

27 comentários:

  1. Eu também, Pipoco, e andei com muitos deles no colégio, mas não gosto de todos. Não destes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faço minhas as suas palavras Mac. Sem tirar nem pôr.

      Eliminar
  2. Da França não sei, porque nunca lá fui!
    Dos Franceses não sei se gosto! Não só nunca comi nenhum como nunca estive sequer para aí virado!
    Mas lembro-me de uma pequena Francesa, nos meus tempos de juventude, que foi um verdadeiro pitéu...

    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era uma francesinha?

      Eliminar
    2. Era...
      ...mas à moda de Paris e não do Porto!
      E gosto muito das Francesinhas à moda do Porto, Mas aquela soube bem melhor...

      LOL

      :)

      Eliminar
  3. Anónimo12.7.16

    Tb conheço muito de França e gosto... não gosto é dos franceses!
    Assim, esta vitória teve um sabor duplamente maravilhoso, o facto de termos vencido o Euro e, muito importante, de termos vencido a final aos franceses!!!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo12.7.16

    Ai, madrezita.... Um grande suspiro para o Noah e para o filhote dele... Ai.....

    ResponderEliminar
  5. Carago Sô Gil!!! Mas tu não pensas em mainada a não ser comida? Não te chegavam as deusas? nem as francesinhas te escapam? Vai lá comer prá argélia moço!

    E depois deste aparte :)) - absolutamente necessário - viro-me para si agora, Sô Pipoco: Não tenho nada contra, porque em todo o lado há bom e mau.

    Abreijo nos 2

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em minha defesa, afirmo que isto se deu quando ainda estava em fase de crescimento...
      ...e nessa altura um gajo come o que aparece pela frente!
      Hoje em dia estou muito mais refinado e frugal...

      :)

      Eliminar
    2. ahahahah agora o peso da idade é frugalidade Sô Gil?

      Maldade mesmo - só brincadeirinha

      Eliminar
    3. Não pá, a frugalidade é auto-imposta!
      Sabes como é a PDI...
      ...um gajo deixa de ter estômago para certas coisas...
      ...e depois fica com azias e assim...

      LOOOOOOOOOOOOOL

      :)

      P.S. - És tão, mas tão má...
      ...malvada!


      Eliminar
  6. Anónimo12.7.16

    Andam a plagiar o Pipoco... https://www.facebook.com/mariajoseportugal.portugal/posts/1229109847123536

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este foi o resultado da visita a esse linç

      Desculpa, mas esta página não está disponível

      A ligação que seguiste pode estar a funcionar incorretamente ou a página pode ter sido eliminada.

      Eliminar
  7. Pipoco, o que ninguém estava à espera - eu, não estava. acho inacreditável! - e se tem criticado nas últimas horas é esta falta de fair play...muito muito feio por parte do país anfitrião do campeonato europeu de futebol. Cenas tristes!

    Como diria Fernando Santos, o prometido é devido -- CAMPEÕES!!! :)

    ResponderEliminar
  8. Não são os franceses, é a sobranceria deles que está a ser criticada e alvo de chacota, a mania que são superiores. Eu por mim borrifei-me, somos campeões, eles que fiquem com a torre Eiffel apagada, nós temos Belém, a torre iluminada e os pastéis deliciosos. E os memes. E o nosso Cristiano feliz, apesar de lhe terem rebentado um joelho e de nem falta ter sido. E a taça, e a taça. De resto, e se é a isso que se refere, também eu prefiro celebrar a vitória portuguesa do que perder o meu tempo a criticá-los, mas que dá um gostinho especial ter sido à França e aos franceses, por este Euro e pelos outros, lá isso dá...

    ResponderEliminar
  9. Anónimo12.7.16

    Primeiro: Olá e parabéns por o blog.
    Segundo: São mts os idiotas mal educados que não sabem perder mas tb são bastantes os idiotas mal educados que não sabem ganhar. Comprovando que não ha povos, há pessoas....

    ResponderEliminar
  10. Anónimo12.7.16

    Ass, comentario anterior: fatima

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Fátima. Fico sempre mais apaziguado quando o comentário vem com assinatura.

      Eliminar
    2. Anónimo12.7.16

      Obrigada eu, por o blog. Diverte-me. (fatima)%

      Eliminar
    3. Anónimo12.7.16

      Nada de assinar comentários, anteriores ou posteriores, mas afinal o que vem a ser isto? Anónimo é anónimo e quem é que quer um tio apaziguado com assinaturas? Isso é para vinhos.

      Não se pode virar as costas uns miseráveis dias que começam logo a declamar poesia e anónimos a assinar...

      Eliminar
  11. Cláudia Filipa12.7.16

    Um dia, este nosso Portugal, ainda vai perder o maldito complexo de inferioridade que o tolhe e que transforma o velho senhor cavalheiro que é num arruaceiro, um dia, quando ler "estão a praticar um futebol nojento" não irá ler "são nojentos", um dia, irá saber que, após terem sofrido horrores nos anos 60 e 70, hoje, as comunidades portuguesas são das mais respeitadas no mundo inteiro, sim, em França também, nesse dia quando ganharem um Europeu em França como nem sequer lhes vai passar pela cabeça esse completo absurdo de se acharem inferiores aos franceses ou seja a que outro povo for, apenas vão dizer, "Ok, até têm razão, a nível de performance não foi das nossas melhores vezes, ah não foi não e a sorte acompanhou-nos, mas também não foi um futebol nojento, vá lá, troquem lá isso (e eles os "grandes arrogantes com a mania" até foram a correr pedir desculpa e trocar as palavras por outras) mas o resto resultou tudo, organização, espírito de equipa, união, vontade, força mental, e tudo isso conta e muito, portanto, conformem-se, nós sabemos o quanto é lixado perder uma final na própria casa, aconteceu-nos com os Gregos e, aqui para nós, nem queiram saber o que nós dissemos, na altura, do futebol praticado pelos gregos... desta vez a taça é nossa, a primeira de outras, claro, meus caros, aguardem pela próxima vez, entretanto, parabéns pela forma como organizaram aquilo, e, já agora, foi bom terem fechado ruas ao trânsito para que os nossos que aí estão pudessem enchê-las nas visitas à nossa seleção e pelas vezes que a vossa torre esteve iluminada pelas cores da nossa bandeira, eu sei, na final, custa como o caraças, eu percebo que não tenham conseguido fazer o mesmo, que a coisa até deve dar engulhos , eu sei, ainda me lembro daquela sensação de 2004... Até à próxima França, fiquem bem".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12.7.16

      Esse comentário faz todo o sentido Cláudia, aposto que sabe como são tratados os pedreiros e as empregadas de limpeza em França.
      Em 2004 nós não lesionámos o melhor jogador Grego, não tentámos lesionar os outros dois avançados, não andámos a passear um autocarro com dizeres de campeão europeu (isso foi o seu Benfica que fez, reservou o Marquês antes do tempo), nem fizemos uma petição para repetir o jogo ou rejeitámos, bastante malcriadamente as medalhas de prata.
      São uns chauvinistas arrogantes, sim. Generalizando e com todas as injustiças inerentes às generalizações.
      Ana

      Eliminar
    2. Cláudia Filipa13.7.16

      Minha cara Ana, aposto que sabe como são tratados os pedreiros e as empregadas de limpeza que vêm do Brasil, África e da Europa de Leste, tantas vezes, cá em Portugal...Minha cara Ana, a verdade é que somos todos iguais uns aos outros, para o bem e para o mal, a verdade é que quando atiramos certas pedras estamos também sujeitos a que nos partam os vidros todos, isto, claro, generalizando e com todas as injustiças inerentes às generalizações...E quanto à petição só tem de pensar que os franceses também sabem ser competentes na birra e no ridículo em determinadas situações o que mais uma vez iguala os povos todos mesmo que seja na sua pior vertente. E santos, minha cara, consta que estão nos altares, apenas...

      Eliminar
    3. Sou optimista e acredito num futuro melhor. Porque confio na evolução (para melhor) de espécie (humana) e porque existem pessoas como a Cláudia Filipa... (fatima)

      Eliminar
  12. Anónimo13.7.16

    Creio que foram os franceses que se apoucaram a eles próprios, com tudo o que disseram e fizeram antes, durante e depois do jogo. Foram eles mesmos que se colocaram a jeito, com a falta de humildade que, diga-se, tanto os caracteriza.

    Mas não é nada que espante. Sabia-se que ia ser assim. Atrevo-me a dizer que pouca coisa poderia chatear tanto os franceses, como perderem para Portugal...

    ResponderEliminar
  13. Anónimo14.7.16

    E eu acrescento a Hermès e a Chanel, a gastronomia maravilhosa, os cortes de cabelo... Isto é só futebol pessoas.
    K

    ResponderEliminar
  14. Anónimo16.7.16

    gosto dos franceses. As raparigas são bonitas e têm sex-appeal, as senhoras têm classe, elegância e vestem bem. Os homens são bons vivants e bonacheirões. Gosto da cultura deles e da maneira como encaram a vida. Gosto de Gainsbourg, Adamo, Aznavour, Richard Anthony, Brel e Moustaki. O casino de Biarritz, as praias de St Tropez, La Rochelle e St Nazaire, a petanca na (fatídica) promenade des anglais, os bustos dos 7 papas em Avignon, o fabuloso Mont St Michel, as moules frites de Saint Malo, a igreja de Sainte Mère église...

    Homem

    ResponderEliminar